Site Autárquico Loulé

Comunidade escolar de Loulé homenageia Professor Manuel Martins Alves como patrono de estabelecimento de ensino

Comunidade escolar de Loulé homenageia Professor Manuel Martins Alves como patrono de estabelecimento de ensino

Educação

12 de setembro 2014

A comunidade escolar e a Câmara Municipal de Loulé homenagearam hoje, a título póstumo, o Professor Manuel Martins Alves, antigo diretor do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita, atribuindo o seu nome à Escola EB1/JI de Vale de Rãs.

Executivo municipal, órgãos dirigentes deste Agrupamento de Escolas, professores, alunos e funcionários assistiram ao descerramento da placa onde passa agora a figurar o nome do patrono desta escola, bem como aos discursos oficiais, marcados por momentos de grande emoção.

“Um cidadão exemplar, um colega, um amigo, um homem generoso, solidário e empenhado nas causas e valores em que acreditava. Evidenciou, ao longo da sua vida e carreira profissional, nas várias funções que desempenhou, dedicação, competência, brio profissional, tendo ganho o respeito dos amigos, colegas, alunos e funcionários. No desempenho das funções de docente era competente e exigente, rigoroso e disciplinador, sensível e tolerante. Como dirigente e líder transmitia confiança e segurança, era corajoso, inteligente e competente, responsável, sério e honesto, exigente para consigo próprio e para com os seus subordinados. Tomava decisões com determinação, assertividade e transparência. Demonstrava equidade e bom senso na tomada de decisões, no tratamento de todos os elementos da comunidade educativa”. Foi desta forma que o atual diretor do Agrupamento de Escolas Padre Cabanita, Jacinto Colaço, caracterizou o antigo colega.

Já o presidente da Câmara, Vítor Aleixo, referiu a “grandeza de carácter” de Manuel Alves. “Foi uma pessoa que pôs sempre o seu idealismo e generosidade ao serviço da escola e dos alunos. Por isso, perpetuar a sua memória nesta escola é um ato de toda a justiça. Esta é uma excelente escolha e penso que tudo o que o Manuel Alves representa como ser humano perdurará aqui”, sublinhou o edil.

Também o delegado regional de Educação, Alberto Almeida, deixou algumas palavras sobre o profissionalismo do homenageado, quer como docente, quer como dirigente. “Era, de facto, um diretor. Nunca perdeu a postura e ajudou a construir um Concelho melhor, uma escola melhor, um ensino melhor”, disse este responsável.

Após os discursos, o declamador e músico Afonso Dias interpretou três temas de Zeca Afonso, um dos autores e cantores mais apreciados por Manuel Alves e que trouxe até a memória do antigo diretor.

Natural de Salir, onde nasceu a 29 de abril de 1956, Manuel Alves foi docente com um longo percurso na área da gestão escolar. Foi professor nos seguintes estabelecimento de ensino: Escola Preparatória de Albufeira (1976/77), Escola Técnica de Tavira, Escola Preparatória de Aljustrel, Escola Preparatória de Portimão, Escola Preparatória de S. Bartolomeu de Messines, Escola Preparatória de Almada, Escola C+S de Quarteira, Secção de Salir da Escola Secundária de Loulé, Escola EB2,3 nº1 de Loulé (atual Escola Padre Cabanita). Durante a sua atividade exerceu diversos cargos de âmbito escolar, quer ao nível das lideranças intermédias, quer do topo. Nestas últimas salientam-se as seguintes: vice-presidente do Conselho Diretivo da Escola Preparatória de Aljustrel (1979/80), vice-presidente da Comissão Instaladora da Secção de Salir da Escola Secundária de Loulé (de 1989 a 1991), presidente do Conselho Diretivo da Escola Preparatória de Quarteira (atual EB 2,3 D. Dinis de 1992 a 1996), presidente do Conselho Executivo da Escola EB 2,3 nº1 de Loulé, atual Escola Padre Cabanita, (2006/2007), presidente da Comissão Executiva Provisória do Agrupamento Vertical de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2007/2008), presidente do Conselho Executivo (2008/2009) e diretor (2009/2012), no Agrupamento Vertical. Foi presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2012/13), diretor do Agrupamento de Escolas Padre João Coelho Cabanita (2013).

Sindicalista convicto, foi delegado sindical na Escola Preparatória de Almada, no ano de 1983/84. No campo associativo foi presidente da direção da Associação cultural de Salir no mandato de 2000/2001, tendo ainda desempenhado outros cargos nesta coletividade. Foi também vice-presidente da instituição particular de solidariedade social Grupo dos Amigos de Salir desde 1996 até à data do seu falecimento.