Site Autárquico Loulé

Arquivo Municipal

Morada:
R. Cândido Guerreiro, s/n. 8100-681 Loulé 

Horário de Funcionamento:
Segunda a Sexta
9h00-12h30 e 14h00-17h30 

Telefone:
289 400804 

Fax:
289 400946

E-mail:
arquivo.municipal@cm-CM-LOULE.pt

 

Antecedentes  

Uma das primeiras referências à documentação histórica existente no Arquivo Municipal de Loulé foi recolhida na obra Cortes do Reino de Portugal, dirigida por Joaquim Leitão e publicada pela Assembleia Nacional em 1940.
No entanto, foi o Dr. Alberto Iria que, ao editar a obra em dois volumes O Algarve e os Descobrimentos, em 1956, chamou a atenção para a documentação existente na Câmara Municipal de Loulé.Refere a existência de Vereações relativas a 1384-84, 1392 e 1394-96, o que dava a Loulé a posse das Actas de Vereação mais antigas do país, encontradas em suporte de papel.

A Câmara Municipal de Loulé, a fim de salvaguardar e difundir a sua documentação histórica, procedeu no dia 25 de Novembro de 1984 à inauguração do serviço designado por Arquivo Histórico Municipal de Loulé, tendo este ficado sediado no primeiro andar da Alcaidaria do Castelo de Loulé.
 

O Arquivo Municipal

O Serviço de Arquivo Municipal foi criado na dependência do Departamento Administrativo pelo Aviso n.º 1815-A/2005 (2.ª série),Diário da República, n.º 56 de 21 de Março de 2005, Apêndice n.º 38 e em 2006, passou a integrar a nova Divisão de Bibliotecas e Arquivo Municipal. Este Serviço unificou numa só estrutura, as atribuições, funções e objectivos específicos dos chamados Arquivos Gerais e do Arquivo Histórico Municipal.

As novas instalações do Arquivo Municipal de Loulé foram inauguradas por Sua Excelência o Presidente da República, na presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Loulé, no dia 4 de Agosto de 2007. A infra-estrutura arquivística foi construída no interior das fachadas de um edifício com história.

No início do século XIX serviu de aquartelamento aos 25 homens da guarnição francesa que, a 18 de Junho de 1808, se renderam ao Major José da Costa Leal e Brito.
Já no século XX teve diferentes usos, designadamente sede do Sindicato Nacional dos Sapateiros do Distrito de Faro e Escola Primária.
A 7 de Julho de 1993, quando servia ao comércio de empreita, palma e chapéus, foi destruído por um incêndio.
O novo edifício teve o apoio da Direcção Geral de Arquivo (ex-IAN/TT), no âmbito do PARAM, em resultado do Acordo de Colaboração celebrado a 2 de Outubro de 2001 entre aquele organismo e a Câmara Municipal de Loulé, também contou com financiamento do PROAlgarve.
   
O Arquivo Municipal passou assim a oferecer instalações modernas e funcionais aos investigadores e aos Serviços da Câmara.
Os 4 depósitos localizados na cave, no rés-do-chão e no 1º andar, têm capacidade para 4.521 metros de documentos, controlo individual e remoto de temperatura e humidade e protecção contra fogos através do sistema de extinçãoINERGEN.
No 1º andar, a Sala de Leitura dispõe de 13 secretárias individuais. Há ainda diferentes espaços para actividades de âmbito educativo e cultural.
Também os documentos de valor administrativo de utilização menos frequente que estavam depositados um pouco por todo o edifício da Câmara Municipal de Loulé são agora preservados, organizados e comunicados em instalações planeadas para responderem às necessidades específicas dos arquivos.
Igualmente a incorporação dos documentos do até então existente Arquivo Histórico foi de capital importância para a salvaguarda do seu espólio.
No que respeita à documentação mais antiga, Loulé possui um rico acervo documental, tanto pela raridade de alguns dos seus documentos, como pela antiguidade e sequência temporal das séries, destacando-se as Actas de Vereações (desde 1384), Correspondência (desde 1761), Tombos e Inventários (desde 1738), Autos de Arrematação (desde 1530), Receita e Despesa (desde 1375), Impostos (desde 1469), Eleições (desde 1559), Justiça (desde 1438), Actividades Económicas (desde 1412), Expostos (desde 1703), Juiz dos Órfãos (desde 1406), tal como documentação oriunda do Administrador do Concelho de Loulé, das Corporações Religiosas, das Sociedades Recreativas e dos Sindicatos sediados em Loulé.