Site Autárquico Loulé

Projeto Mancha Branca

O PROJETO MANCHA BRANCA é uma iniciativa do Município de Loulé, iniciada em Junho de 2010, e que tem como principal objetivo a recuperação de espaços públicos degradados, seja devido a intempéries ou a ações de vandalismo, nomeadamente grafitis. Através do projeto Mancha Branca a autarquia tem procurado contribuir para a melhoria qualitativa do ambiente no concelho, dedicando particular atenção à limpeza de equipamentos e mobiliário urbano e à pintura de edificações públicas (edifícios, pontes, viadutos e pontões) que se encontrem degradados e/ou vandalizados. Desde então, e até ao momento, foram já intervencionados inúmeros locais um pouco por todo o Concelho, mas principalmente na faixa litoral do Concelho, com especial incidência nas freguesias de Quarteira, Almancil, Boliqueime e cidade de Loulé.

Para além da intervenção direta da autarquia, esta iniciativa tem ainda uma importante componente de sensibilização, uma vez que procura também, através do exemplo dado pelas intervenções realizadas, sensibilizar os cidadãos do concelho, incentivando-os a proceder, dentro das suas possibilidades, à pintura e manutenção dos seus edifícios, procurando obter uma significativa melhoria da imagem das cidades, vilas e aldeias do Concelho, fator determinante em termos turísticos, e consequentemente para a economia da região, mas também na melhoria da qualidade de vida dos residentes no concelho de Loulé.

Destaque ainda para a edição do filme "Projeto Mancha Branca no Concelho de Loulé", que pretende mostrar o trabalho desenvolvido no âmbito deste projeto ao longo dos últimos três anos, assim como sensibilizar para a importância da preservação dos espaços públicos e combater o vandalismo visual que existe principalmente nos núcleos urbanos. O filme encontra-se disponível em http://www.youtube.com/watch?v=WyhaX8Myi64

 

EQUIPA AMBIENTE

Devido aos bons resultados que o projeto tem obtido ao longo do tempo, mas também ao muito trabalho que ainda se encontra para fazer, em Agosto de 2011, foi criada a equipa "AMBIENTE", permanentemente afeta ao projeto. Multifacetada e voluntariosa, a equipa intervém nas mais diversas áreas, desde a limpeza de equipamentos urbanos, a pintura de muros vandalizados ou degradados, a remoção/limpeza de espaços públicos.

Uma tarefa gigantesca, mas que contribui para a melhoria da nossa qualidade de vida e para a imagem do concelho.

 

No âmbito do projeto Mancha Branca, têm vindo, assim, a ser dinamizadas as seguintes atividades:

 

LIMPEZA E/OU PINTURA DE ESPAÇOS PÚBLICOS

Nesta área, a intervenção do projeto Mancha Branca tem consistido em:

- Limpeza e/ou pintura de equipamentos públicos, nomeadamente monumentos, mobiliário urbano, sinalização de trânsito, armários de apoio à iluminação pública e às telecomunicações, abrigos de passageiros, etc.;

- Pintura de espaços degradados e/ou vandalizados;

- Limpeza e/ou pintura de muros e edifícios junto à linha de caminho-de-ferro, em articulação e colaboração com a REFER.

 

ESPAÇOS GRAFITI

Paralela e complementarmente à mega operação Mancha Branca, o Município de Loulé criou e delimitou vários Espaços Grafiti, locais destinados à promoção da pintura mural e onde os jovens podem mostrar a sua criatividade nesta arte. Através destes espaços pretende-se ainda sensibilizar para a importância da preservação dos espaços públicos e combater o vandalismo visual que existe principalmente nos núcleos urbanos.

Criados e disponibilizados ao abrigo de protocolos celebrados, em 2013, com os grupos Policromia (freguesia de Quarteira), Union Point Kru (freguesia de Loulé) e Grupo Esteval (freguesia de Almancil), grupos de jovens unidos pelo gosto pelas artes visuais, os Espaços Grafiti ficam localizados, em Quarteira (2) Loulé (2) e na freguesia de Almancil (1). Refira-se que, de acordo com os protocolos estabelecidos, a gestão destes locais (os quais estão identificados com placas), é da responsabilidade dos grupos de jovens acima referidos, sendo estes que autorizam quem pode ou não ali pintar.

Neste âmbito, estes grupos propõe-se a promover os graffiti como forma de arte expressiva, estimular o interesse pela criação artística, incentivar o espírito de entreajuda responsável e consciente, explorar novos meios de expressão, alertar que existem espaços inutilizados que através do graffiti podem dar cor à cidade e incentivar os jovens a praticar o seu gosto pela arte, de forma correta, sem cometerem atos de vandalismo ou degradação do património público e/ou privado.

Outros grupos que se pretendam organizar e ter um Espaço Grafiti disponível, têm que contactar a Câmara Municipal de Loulé.

 

ORGANIZAÇÃO DE PUBLICIDADE E DA PROPAGANDA // COLOCAÇÃO DE PAINÉIS E FAIXAS PARA PROPAGANDA 

Procede-se à remoção de publicidade ilegal, colocada na via pública, e da propaganda afixada indevidamente em mobiliário e equipamentos urbanos públicos.

Como forma de solucionar esta problemática, complementarmente foram colocados e disponibilizados, em todo o Concelho, 21 painéis e 13 suportes de faixas para afixação livre de propaganda por parte de associações, coletividades e outras entidades sem fins lucrativos, evitando desta forma a afixação da mesma em locais não autorizados. A localização dos painéis e dos suportes foi amplamente divulgada junto das Juntas de Freguesia, Associações e Coletividades do Concelho.

 

SINALIZAÇÃO DE MORADIAS

Esta iniciativa dirige-se principalmente aos cidadãos residentes na área rural do Município de Loulé, e tem como principal objetivo sensibilizar os cidadãos para colaborarem na uniformização da sinalização das suas moradias, bem como incentivar para a utilização das caixas do correio modelo standard (Correios de Portugal). Ao normalizar a sinalização das moradias, a autarquia está igualmente a contribuir para tornar mais visível a informação para a Guarda Nacional Republicana, no âmbito do Programa Residência Segura.

 

Neste âmbito, a autarquia, através da divulgação de panfletos, sugeriu aos proprietários das moradias que pretendam assinalar a sua localização, que o façam utilizando o modelo de placa direcional com as características definidas pelo Município. A colocação das placas deve ser feita pelos munícipes interessados sem prejudicar a circulação viária nem de peões.

 

Nesta medida, a autarquia conta com o apoio das Juntas de Freguesia do Concelho de Loulé, que se disponibilizaram para dar todo o apoio possível, nomeadamente aconselhamento em relação à localização exata dos suportes.

 

SINALÉTICA DIRECIONAL PARA EMPRESAS

Por forma a uniformizar e disciplinar este tipo de sinalética, procedeu-se à alteração do regulamento da publicidade, para permitir a colocação de sinalização direcional da localização das empresas em cruzamentos e rotundas, adotando um modelo de placas normalizado. Procedeu-se à remoção de sinalização direcional não legalizada.