Site Autárquico Loulé

Loulé volta a ser um dos municípios mais sustentáveis do país

Loulé volta a ser um dos municípios mais sustentáveis do país

Ambiente

02 de outubro de 2017

Em 2017, Loulé voltou a destacar-se no âmbito do ECOXXI (Bandeira Verde), galardão atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), numa cerimónia que decorreu no Centro de Congressos do Estoril, na passada quinta-feira, 28 de setembro. O Município posicionou-se em segundo lugar no contexto de 53 candidaturas em todo o país a este Programa, reafirmando a sua política de boas práticas sustentáveis e qualidade ambiental.

Este ano, a candidatura de Loulé obteve um Índice ECOXXI de 84%, destacando-se nas áreas da promoção da educação ambiental/educação para o desenvolvimento sustentável por iniciativa do Município, implementação do Programa Bandeira Azul, cooperação com a sociedade civil, conservação da Natureza e Biodiversidade e mobilidade sustentável. Também nos parâmetros relativos à informação disponibilizada aos munícipes, emprego e turismo sustentável Loulé teve nota de registo.

O ano de 2017 destaca-se por ser o ano em que se verificou o maior número de participações no Programa ECOXXI, num total de 53, mais 7 do que em 2016. Apenas Guimarães, primeiro classificado, conseguiu um resultado superior a Loulé. No top 4 constam ainda as autarquias da Lousã (3ª classificada) e de Águeda (4ª classificada).

É de sublinhar que desde o ano de arranque deste Programa – 2005 -, Loulé foi sempre participante, distinguido e premiado nos lugares cimeiros.

A Bandeira Verde ficará hasteada no edifício dos Paços do Concelho, ao longo do ano, como símbolo máximo de um trabalho em prol do desenvolvimento sustentável, evidenciado na concretização de medidas, ações e políticas de sustentabilidade. Loulé recebeu igualmente uma Medalha e Diploma.

Para o presidente da Câmara Municipal de Loulé, esta distinção “vai ao encontro do que tem sido uma prioridade para este executivo, nomeadamente com a concretização de diversas ações que vão da educação ambiental, às medidas de proteção do nosso património ambiental, à promoção da mobilidade suave e, sobretudo, tudo o que encerra as 28 propostas emanadas da EMAAC - Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas”. “O Galardão ECOXXI motiva-nos ainda mais para este trabalho que será fundamental para tornarmos o nosso território mais amigo do ambiente, mais sustentável e onde as gerações vindouras possam viver com qualidade”, salientou o autarca.