Site Autárquico Loulé

Água para consumo humano no Município de Loulé tem qualidade exemplar

Água para consumo humano no Município de Loulé tem qualidade exemplar

Ambiente

11 de novembro de 2017

A Câmara Municipal de Loulé foi considerada uma das melhores entidades gestoras de água para o consumo humano do País. Numa cerimónia que decorreu esta quarta-feira, em Lisboa, o Município recebeu o “Selo da Qualidade Exemplar da Água para Consumo Humano”, atribuído pela ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos, durante a 12ª Expo Conferência da Água.

Esta distinção significa que a Autarquia cumpriu a meta definida para atribuição do prémio: 99% para o indicador Água Segura (água controlada e de boa qualidade), correspondente a 100% de análises realizadas, e 99% de cumprimento dos valores paramétricos especificados na legislação. 

Para os responsáveis municipais, o galardão vem confirmar a excelência da água que sai das torneiras e é consumida no Concelho de Loulé, fruto do importante trabalho desenvolvido pelos técnicos municipais, nomeadamente ao nível do controlo, e do investimento realizado pela Autarquia em termos dos equipamentos.

O serviço de abastecimento de água do Concelho fornece uma população residente de 44.286 munícipes, para além de uma população flutuante durante o período do verão. Integra 18 zonas de abastecimento, sendo o comprimento total de condutas de distribuição de água de 581 km. O volume de água distribuído por ano é de 7.141.770 m3 (19.838 m3/dia), dos quais 6.427.029 m3/ano (17.853 m3/dia) são em águas superficiais e 714.741 m3/ano (1.985 m3/dia) em águas subterrâneas.

Anualmente, a Câmara Municipal de Loulé realiza cerca de 3 mil análises à rede de distribuição na torneira do consumidor, e cerca de 600 de controlo operacional (aos 34 reservatórios, às 3 ETA´s e às diversas origens de água provenientes das captações subterrâneas.”

O júri que atribuiu a distinção a Loulé e a outras entidades prestadoras de serviços de abastecimento público de água em Portugal, no último ano, foi constituído por representantes da ERSAR, Jornal Água&Ambiente, APRH - Associação Portuguesa de Recursos Hídricos, APDA - Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Água, APESB - Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental, DECO – Associação de Defesa do Consumidor, ESGRA – Associação de Gestão de Resíduos e APEMETA – Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais.

A iniciativa, integrada nos objetivos estatutários da ERSAR, visa identificar, distinguir e divulgar casos portugueses de referência relativos à prestação dos serviços de abastecimento público de água, saneamento de águas residuais urbanas e gestão de resíduos urbanos, avaliada nos termos dos vários ciclos de regulação da ERSAR. A seleção das entidades distinguidas foi feita nos termos constantes do regulamento "Prémios e Selos dos Serviços de Águas e Resíduos. Dados de 2016.