Site Autárquico Loulé

Carnaval de Loulé 2018 reafirmou preferência dos foliões nacionais e estrangeiros à procura de sol, diversão e criatividade

Carnaval de Loulé 2018 reafirmou preferência dos foliões nacionais e estrangeiros à procura de sol, diversão e criatividade

Eventos

13 de fevereiro de 2018

Terminou esta tarde a edição de 2018 do Carnaval de Loulé com mais uma enorme moldura humana a pintar de muitas cores e alegria a Avenida José da Costa Mealha. Foram três dias (11, 12 e 13 de fevereiro) de intensa animação que, de acordo com a organização, saldaram-se em mais um sucesso, reafirmando Loulé como uma referência dos desfiles carnavalescos que acontecem por esse país fora, atraindo milhares de visitantes.

O mais antigo corso organizado do País teve este ano como mote “Carnaval Summit de Loulé” e, durante três dias, o público pôde divertir-se com uma paródia às inovações tecnológicas e à cimeira que decorreu em Lisboa. Se em novembro a Capital foi invadida por empreendedores que participaram na Web Summit, nos últimos três dias foi a vez da cidade algarvia de Loulé ser tomada de assalto por milhares de foliões mascarados de nerds da tecnologia, de emojis ou de outros elementos ligados ao tema.

Com 14 carros alegóricos e cerca de 500 figurantes, 10 grupos de animação, 5 escolas de samba e muito mais, o desfile ficou marcado mais uma vez pela qualidade artística dos carros, trajes e decorações que tanto agrada a quem aqui vem, sobretudo turistas estrangeiros, mas também pela sátira política, social e desportiva, imagem de marca do corso louletano.

A influência do Brasil, fruto também da importante comunidade brasileira que reside no Concelho de Loulé, voltou a ser uma das notas deste corso sobretudo pela participação de grupos de bailarinas (e bailarinos) com o samba no pé que, através da dança, mostram também a verdadeira essência da folia carnavalesca.

Em cima dos carros, os tripulantes voltaram a ser figuras bem conhecidas do público: Ronaldo e a mãe Dona Dolores, presenças habituais deste desfile, desta vez acompanhados pelo rival do português, o argentino Lionel Messi, e por Vladimir Putin, Presidente da Rússia, país que este ano recebe o Mundial de Futebol; o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, num carro dos bombeiros, em jeito de homenagem aos soldados da paz que combateram as chamas que fustigaram o país em 2017; António Costa, os apoiantes governamentais e a oposição num “Cruzeiro Summit”; os presidentes dos três principais clubes portugueses, com Luís Filipe Vieira a tentar proteger a Central de Emails da Águia dos caçadores Bruno de Carvalho e Pinto da Costa; Angela Merkhel e Mário Centeno, numa dança muito animada a dar força à economia europeia; ou Donald Trump junto a um dos seus grandes sonhos desde que é o líder dos Estados Unidos: a construção de um muro junto à fronteira com o México.

Mas não foi só em cima dos carros que a sátira esteve presente. De entre os apeados, um grupo de animadores juntou Eusébio, Amália Rodrigues, Michael Jackon, Amy Winehouse, Marylin Monroe, Elvis Presley ou Freddy Mercury num protesto por uma festa no panteão nacional, já que a Discoteca Urban fechou portas.

E as coletividades, clubes e associações de Loulé quiseram mostrar a força desta tradição, com vários elementos a contagiarem o público com a sua animação a pé ou em cima dos imponentes carros alegóricos. Foi no meio de um desses grupos que dois atores da novela da SIC  “Paixão”, que está a ser rodada em Loulé e noutras partes do Algarve - Inês Aires Pereira (“Camila Silva”) e Tiago Teotónio Pereira (“Luís Vaz”) – celebraram também a folia carnavalesca.

Paralelamente ao desfile, durante estes dias a cidade de Loulé viveu também uma dinâmica importante graças ao vasto programa que a Câmara Municipal de Loulé, em colaboração com outras entidades, promoveu. O desporto esteve em destaque com a realização do mítico Torneio Internacional de Vela, em Vilamoura, o Torneio de Carnaval em Atletismo, na Avenida José da Costa Mealha, ou a etapa de surf do Algarve na Praia de Quarteira. Além de Loulé, também Quarteira e Alte receberam desfiles bastante concorridos, enquanto que o Baile de Gala no “Palácio” do NERA animou a noite de segunda-feira. Foi, de resto, durante estas noites que muitos foliões divertiram-se nos bares e café da cidade.

Para os responsáveis do Município de Loulé, o Carnaval constitui um dos mais importantes eventos do Concelho e da região, sobretudo pelo contributo para a projeção turística e dinamização económica durante a época baixa do turismo, pelo que este ano o balanço volta a ser claramente positivo. Loulé está de parabéns!