Site Autárquico Loulé

Embaixadora da África do Sul visitou Concelho de Loulé

Embaixadora da África do Sul visitou Concelho de Loulé

Autarquia

12 de março de 2019

No passado dia 7 de março, o executivo municipal de Loulé recebeu a visita da Embaixadora da África do Sul em Portugal, Mmamokwena Gaoretelelwe, que teve a oportunidade de descobrir alguns pontos do concelho de Loulé, assim como iniciativas económicas e ambientais existentes neste território.

O programa desta passagem da representante sul-africana por Loulé integrou uma visita à Quinta do Lago para conhecer o trabalho desenvolvido pela Infraquinta, onde Miguel Piedade e a sua equipa técnica apresentaram os procedimentos adotados por esta empresa municipal no que diz respeito à rede de distribuição, tratamento e gestão da água.

Recorde-se que a Infraquinta foi distinguida com o Selo de Qualidade da Água para Consumo Humano, atribuído pela ERSAR, e é líder no indicador de água não faturada com um rácio de 5,1%. Estes resultados demonstram o trabalho realizado pela empresa no âmbito da gestão eficiente do recurso água, só possível através da eficaz implementação do seu plano estratégico de responsabilidade ambiental, integrado na Estratégica Municipal de Adaptação às Alterações Climática (EMAAC) do Município de Loulé.

Os métodos e resultados apresentados pela Infraquinta despertaram o interesse da Embaixadora, que manifestou desde logo abertura para uma possível colaboração entre Loulé e alguns municípios da África do Sul, no sentido de trocarem experiências e boas práticas que poderão beneficiar ambas as partes e atrair capital para empresas do Concelho.

Seguiu-se uma visita às oficinas do projeto Loulé Criativo, onde foi apresentado o trabalho desenvolvido por alguns artesãos do Concelho, assim como a dedicação e envolvimento da Autarquia na preservação e promoção da sua identidade local através das suas artes e ofícios.

A visita terminou com a abertura do Festival Tanto Mar, no Cine-Teatro Louletano, com a peça “Kangalutas” (Guiné-Bissau) que levantou questões tais como a relação entre os povos, a repressão, a intolerância e a discriminação racial.

À semelhança do que tem acontecido com outros países africanos, o Município de Loulé pretende com a presença destes representantes reforçar os laços culturais, sociais e económicos com África, estabelecendo parcerias que espelhem a troca de experiências entre duas realidades diferentes mas que têm como ponto comum a forte ligação lusa a este continente.